Gravidez

Gravidez: 4 cuidados que deve ter no 1º trimestre

Marcelle da Costa
Escrito por Marcelle da Costa

Os primeiros 3 meses de gravidez (12 semanas de gestação) são super importantes para o desenvolvimento fetal e existem uma série de cuidados devem ser tomados nesta fase para evitar complicações para a mãe e também para o bebê. Confira:


1.Nada de álcool

Durante toda a gravidez não se deve tomar bebidas alcoólicas, nem mesmo uma pequena quantidade é permitida, pelo que é possível que o álcool passe pela placenta e chegue ao feto. A síndrome alcoólica fetal é uma ‘doença’ que pode causar danos ao cérebro do bebê, afetando toda sua vida. Mal-formação, diminuição do perímetro cefálico e atraso no desenvolvimento psicomotor também são commumente causados pelo abuso de álcool na gestação.

2. Apenas remédios essenciais

Se tu precisas de tomar medicamentos para alguma situação crónica, ele pode ser considerado essencial, tal como acontece no caso de asma, diabetes, hipertensão e outras doenças que não tem cura. Mas em todo caso, o médico que faz o acompanhamento da gravidez deve estar ciente dos medicamentos que habitualmente toma. Em caso de dor de cabeça pode-se tomar Novalgina e Paracetamol, por exemplo, mas apenas em pequenas doses. Sempre que for necessário tomar algum medicamento este deve ser indicado pelo médico.

3. Exercícios leves

Se tu já praticavas atividade física antes de engravidares, ok. Caso contrário, não deves pegar pesado. Caminhada e andar de bicicleta, musculação leve, Pilates e Yoga são exercícios bem-vindos para todas as gestantes, mas evite os exercícios que exigem muito de si. Os exercícios que tem grande impacto corporal, contato físico e risco de queda são totalmente contra-indicados nessa fase. Confira exercícios indicados e contra-indicados na gravidez.

4. Sem vícios

Fumar é prejudicial à saúde e coloca a vida da mãe e do bebê em risco porque diminui o fluxo de sangue no cordão umbilical e com isso o bebê recebe menos sangue e menos oxigênio. Outras drogas ilícitas também são proibidas. Para quem é toxicodependente existem programas específicos para o controle nesta fase que são de suma importância. Expor o feto a substâncias tão prejudiciais durante sua formação pode ter  sérias consequências e causar aborto, parto pre-maturo e atraso no desenvolvimento, além de outras situações bastante graves.

O que fazer se consumiu álcool ou fez algo de errado?

Pare imediatamente com o hábito prejudicial ao feto e entre em contato com o médico. Diga claramente o que acha que fez de errado para que o médico a possa ajudar a encontrar uma solução. Habitualmente as mulheres que fazem uso de contraceptivos podem tomar alguns comprimidos sem saber que estava grávida. Normalmente este tipo de medicação não faz mal ao bebê, mas pare de tomar se souber que está grávida.

Sobre o Autor

Marcelle da Costa

Marcelle da Costa

Fisioterapeuta credenciada, com formação em Psicomotricidade e Desenvolvimento Infantil.
Empreendedora social, prática e sempre pronta a ajudar!