Saúde Infantil

Alergias mais Frequentes nas Crianças

Marcelle da Costa
Escrito por Marcelle da Costa

As alergias nas crianças são uma hipersensibilidade a uma substância específica. Ao inalar, ingerir ou tocar nessa substância desencadeia-se uma reação alérgica. A substância que a criança é alérgica denomina-se de alergénio e os sintomas apresentados são a reação alérgica.


Basicamente, o que sucede no organismo é o seguinte: quando o alergénio penetra no organismo, o sistema imunitário reage produzindo uma quantidade elevada de anticorpos. São produzidos mediadores químicos, como a histamina, o que desencadeia a sintomatologia típica da reação alérgica: prurido nasal, prurido ocular, espirros, tosse e produção de muco.

O que causa mais Alergias nas Crianças

Os alergénios mais comuns nas crianças são:

  • Pólen;
  • Plantas;
  • Pó (ácaros);
  • Cosméticos;
  • Pelo dos animais e
  • Alguns alimentos como: laranjas, leite, ovos, trigo, chocolates, tomates, morangos e alimentos do mar, e
  • Picadelas de alguns insetos.

Cerca de 25% da população sofre de algum tipo de alergia, sendo as mais comuns asma, rinite alérgica e as alergias cutâneas.

Dicas para lidar com cada tipo de alergia

Cada tipo de alergia implica uma forma de atuar diferente, indicamos as principais.

Alergias Alimentares

Normalmente são as primeiras alergias a aparecer por volta de 1 e 2 anos. A introdução de alimentos sólidos entre os 4 e 6 meses de vida deve ser feita com aconselhamento do pediatra. A cada mês deve-se introduzir um tipo de alimento e assim se surgirem alterações nas fezes ou na pele, fica mais fácil descobri do que se trata.

Quando se tem alergia a algum tipo de alimento, esta é definitiva e a criança não vai poder comer este alimento, nem nada preparado com ele por toda vida.

Alergias Respiratórias

Podem surgir um pouco mais tarde, entre os 4 e 8 anos. Quando um dos pais tem asma, as hipóteses da criança desenvolver asma são de 50 a 70%. Também são comuns rinite alérgica e nesse caso, apesar de ser definitivo, é mais fácil controlar.

Deve-se retirar o excesso de tecidos dentro de casa, evite muitas cortinas, tapetes e panos dentro de casa, ou pelo menos, no quarto da criança alérgica. Controle o ambiente e limpe a casa com pano húmido, evitando produtos químicos fortes, prefira utilizar água e vinagre.

No caso da asma, deve-se utilizar a bombinha da asma, indicada pelo médico, respeitando a dose e a forma correta de usar. Veja como usar a bombinha da asma corretamente.

Alergias da Pele

As alergias na pele são mais difíceis de controlar. Deve-se encontrar o tipo de alergénio e eliminá-lo. Algumas crianças têm alergia à picada de inseto, nesse caso deve-se apostar em repelentes sempre que estiver exposta aos insetos. Algumas crianças têm alergia a prata ou ouro, nesse caso deve-se restringir o uso de brincos, anéis e pulseiras. Saiba como lidar com alergias na pele das crianças.

Aplicar uma pomada antialérgica na pele é uma boa ajuda para diminuir o inchaço e a coceira que a criança sente quando entra em contato com aquilo que lhe provoca alergia.

Como confirmar o tipo de alergia que a criança tem

A forma mais indicada para confirmar o tipo de alergia que a criança possui é realizar um teste de alergia, pedido pelo médico. Com o resultado em mãos fica fácil entender se a criança é realmente alérgica ou não e que medidas devem ser tomadas.

Outra forma não tão simples é retirar da alimentação os alimentos que são mais causadores de alergia: amendoim, leite, morango e outros frutos vermelhos e deixar a criança sem consumir durante 4 a 6 meses e depois num dia de teste, ofereça um pouco de amendoim, por exemplo. Se ela for alérgica, o seu corpo irá reagir, caso contrário, provavelmente ela não tem alergia ao amendoim.

Esse tipo de teste de provocação pode demorar anos até conseguir se chegar a alguma conclusão, mas é uma opção para locais onde o acesso ao teste de alergia é restrito.

Sobre o Autor

Marcelle da Costa

Marcelle da Costa

Fisioterapeuta credenciada, com formação em Psicomotricidade e Desenvolvimento Infantil.
Empreendedora social, prática e sempre pronta a ajudar!