Gravidez

Parto normal e natural são o mesmo?

Avatar
Escrito por Marcelle Pinheiro

Não exatamente. Parto normal se refere ao parto vaginal, o que pode acontecer com ou sem anestesia, enquanto que o parto natural se refere ao parto vaginal sem anestesia.



Qual tipo de parto escolher?

A mulher pode escolher o tipo de parto que deseja no decorrer da gestação, para ir se habituando a ideia e ir visualizando como será o momento do nascimento do seu bebê. No entanto, o médico poderá orientar o tipo de parto que na opinião dele pode ser o mais adequado para a mulher, de acordo com seu histórico de saúde.

Escolher pelo parto natural é uma opção válida, mas é importante que a mulher esteja esclarecida que não poderá solicitar a anestesia, principalmente quando as contrações estiverem muito próximas umas das outras e a dor estiver no seu limiar máximo.

O desejo de ter um parto vaginal pode ser saciado com o parto normal com anestesia, que poderá ser aplicada desde o início do trabalho de parto, sendo uma opção mais confortável para a mulher.

Quais as vantagens para o bebê?

Tanto o parto normal, como o parto natural são mais vantajosos para o bebê do que a cesariana, mas para o bebê não existem diferenças significativas entre o parto realizado sob anestesia ou sem anestesia. Os principais benefícios para o bebê se devem a passagem pelo canal vaginal, o que acontece tanto no parto normal, como no parto natural.

Quanto tempo demora o parto normal e parto natural?

O parto vaginal demora em média 14 horas para as mulheres que nunca tiveram filhos, mas existem casos de maior demora até o nascimento. À cada nascimento o tempo de trabalho de parto vai diminuindo. Em média são 8 horas de espera para o nascimento do 2º filho.

Como se preparar para o parto

Naturalmente o corpo da mulher vai se preparando para o parto, mas existem cursos que podem ser realizados durante o pré-natal que ajudam a mulher a entender como acontece o parto.

Para as mulheres que não tiveram contato muito próximo com outras mulheres com bebês recém-nascido pode ser interessante participar de um curso de preparação para o parto à partir do 6º mês de gravidez.

Nesse tipo de curso são realizados exercícios para o períneo e são ensinadas formas de lidar naturalmente com as contrações até o momento do nascimento.

Sobre o Autor

Avatar

Marcelle Pinheiro

Fisioterapeuta credenciada, com formação em Psicomotricidade e Desenvolvimento Infantil.