Dislexia Escola Necessidades Educativas

10 Dicas para Ensinar Disléxicos

Cláudia Pereira
Escrito por Cláudia Pereira

O aluno com dislexia aprende, apenas precisa de diferentes abordagens para o fazer. Listamos dicas que ajudam na tarefa de ensinar disléxicos a aprender de forma mais produtiva e eficaz.



Dicas para Ajudar Alunos com Dislexia

Confira estas dicas e aplique-as na sala de aula:

  1. Aborde de forma consistente possíveis falhas na aprendizagem;
  2. Programe tempo suficiente para treinar competências fonológicas;
  3. Pratique competências a nível de memorização;
  4. Utilize abordagens multissensoriais, que impliquem a utilização de diversos sentidos;
  5. Pratique a soletração utilizando o método “Olhar, dizer, copiar, tapar, escrever e verificar.”
  6. Tenha sempre em mente que os alunos com dislexia cansam-se rapidamente;
  7. Evite a sobrecarga com trabalhos de casa;
  8. Permita métodos alternativos de apresentação dos trabalhos;
  9. Promova uma auto-estima equilibrada através das áreas fortes e do elogio das mesmas;
  10. Crie um horário visual realista com símbolos e palavras que ajudam o aluno disléxico a ter confiança no seu dia a dia.

Dislexia é uma desordem que se manifesta pela dificuldade em aprender a ler, sem que tal esteja relacionado com instrução convencional, adequação intelectual e oportunidades socioculturais (Federação Mundial de Neurologia).

Dicas para Pais de Alunos com Dislexia

Lembre-se que a aprendizagem requer tempo e trabalho árduo. Acima de tudo respeite o ritmo pessoal do aluno com dislexia, promova tempos de descanso e de lazer e atividades extra escolares:

  • Seja paciente e perseverante com o seu filho disléxico;
  • Ensine o seu filho a fazer as coisas por si mesmo, de forma calma e paciente;
  • Ensine-o a ser independente e a pedir ajuda quando precisar;
  • Oriente-o de forma metódica e organizada para que, sozinho, ele possa seguir o mesmo método;
  • Guarde a zanga e frustração só para si;
  • Aceite o seu filho disléxico exactamente como é, demonstrando o seu amor e aceitação de forma prática;
  • Seja paciente e perseverante com os professores, desenvolvendo um bom relacionamento pais/professores;
  • Seja diplomático, apesar de estar ansioso e preocupado, lembre-se que os professores têm uma turma cheia de alunos, cada um com as suas dificuldades específicas.

Inversão de letras, problemas de ortografia e fraca compreensão da leitura são alguns dos sintomas de dislexia que, tanto os pais como os educadores, deverão estar atentos para encaminhar o aluno para um diagnóstico da dislexia.

Testes para Diagnosticar Dislexia

O diagnóstico de dislexia deverá ser realizado por um profissional da área, que irá realizar uma bateria de testes de avaliação cognitiva, avaliação da percepção e memória visual, avaliação da percepção e memória auditiva, avaliação da psicomotricidade e dominância lateral e ainda avaliação dos processos fonológicos. Para um pré-diagnóstico poderá fazer os testes de dislexia online.

Para obter apoio poderá consultar uma das várias associações de dislexia que disponibilizam recursos a crianças com dislexia e respetivas famílias. Confira as associações de dislexia no Brasil e também as associações de dislexia em Portugal.

Também pode motivar o seu filho ou aluno com dislexia mostrando exemplos de disléxicos famosos que partilham a sua experiência de vida. São excelentes formas de motivar o disléxico!

Sobre o Autor

Cláudia Pereira

Cláudia Pereira

Educadora Social, formadora certificada, especialista em educação, dificuldades de aprendizagem e necessidades educativas especiais.
Criativa e apaixonada por implementar novas ideias!