Saúde Infantil

Transtornos de Personalidade: como lidar com crianças com estas perturbações?

Cláudia Pereira
Escrito por Cláudia Pereira

É fácil identificar problemas físicos nas crianças. Se a febre sobe, quase de imediato os pais percebem que algo não está bem com a criança. Quando se trata de perturbações emocionais ou transtornos de personalidade é muito mais complicado perceber a raíz do problema e intervir no sentido de ajudar efetivamente a criança. Não estamos a falar de comportamentos isolados, como birras, mas sim, de uma conduta constante. Só através de um comportamento regular é que é possível confirmar um quadro de perturbação de personalidade. Vamos explorar o assunto?


Sintomas de Transtornos de Personalidade

Os sinais apresentados pela criança variam de acordo com o tipo de transtorno. De forma geral, a criança com perturbações de personalidade apresenta o seguinte comportamento:

  • Imagem pouco clara e instável de si própria;
  • Autoestima inconstante, oscilando entre alta e baixa;
  • Isolamento social e/ou introspeção;
  • Impulsividade;
  • Medo de abandono e/ou necessidade de atenção;
  • Arrogância e/ou intolerância;
  • Perfecionismo excessivo;
  • Insegurança excessiva;
  • Ansiedade;
  • Agressividade.

Diagnóstico de Transtornos de Personalidade

Quem está mais perto da criança, está numa situação privilegiada para identificar problemas na esfera da sua saúde mental. Mas não é uma tarefa fácil, pois, muitos comportamentos típicos de transtornos de personalidade, podem ser exibidos em alguns momentos pelas crianças.

O diagnóstico deve ser feito com muita precaução e nunca antes dos 10 anos, deve-se esperar que a criança entre na adolescência para confirmar ou declinar o diagnóstico clínico. Este exige um estudo multidisciplinar e interdisciplinar, como psiquiatra, psicólogo, terapeuta comportamental, entre outros especialistas.

Dicas para Lidar com a Criança com Transtornos de Personalidade

Antes de mais, é necessário compreender bem as necessidade e as particularidades de criança e estudar a perturbação de personalidade com alguma profundidade.

Em casa

  • Acima de tudo cuide de si como pai ou mãe (e como casal), pois, a saúde mental do seu filho pode ser uma autêntica montanha-russa emocional;
  • Faça amizade com outras pessoas que enfrentam desafios semelhantes, para que não se sinta isolado e sozinho;
  • Encontre formas de relaxar e de se divertir com o seu filho;
  • Elogie genuinamente os pontos fortes e capacidades do seu filho;
  • Ensine técnicas de gestão de stress;
  • Defina claramente o que é comportamento aceitável e o que não é;
  • Colabore com os professores e educadores do seu filho, para desenvolver um percurso académico adequado.

Na sala de Aula

Para lidar com crianças com perturbação de personalidade na sala de aula, do ponto de vista psicopedagógico, é importante que o educador ou professor compreenda as necessidades e as particularidades de cada criança, por forma a elaborar programas pedagógicos individualizados e adequados:

  • Crie uma relação com a criança, prestando especial atenção ao ritmo próprio da criança;
  • Avalie de forma objetiva as capacidades reais e atue de acordo com as mesmas (como comunica?);
  • Utilize limites claros e concretos para que a criança perceba claramente o que se espera dela;
  • Compreenda as causas dos seus comportamentos estranhos (o que despoleta uma “explosão” ou autoagressão?);
  • Estruture e torne previsível o ambiente de aprendizagem, explicando o que se pretende dela;
  • Utilize linguagem simples e direta para comunicar com a criança, utilize gestos ou sinais que possa entender com facilidade;
  • Evite a aprendizagem por tentativa-erro;
  • Evite comparar comportamentos com outras crianças;
  • Não utilize a ameaça de que a criança vai perder o afeto do adulto.

Sobre o Autor

Cláudia Pereira

Cláudia Pereira

Educadora Social, formadora certificada, especialista em educação, dificuldades de aprendizagem e necessidades educativas especiais.
Empreendedora digital, criativa e apaixonada por implementar novas ideias!