Autismo NEE Saúde Infantil

10 Sinais de Autismo nos Bebês

Cláudia Pereira
Escrito por Cláudia Pereira

É possível identificar sinais de autismo nos bebês, o que permite uma intervenção precoce, fundamental no tratamento desta síndrome. Caso reconheça algumas características do autismo no seu bebê, recorra imediatamente a um profissional de saúde. Quanto mais cedo fizer o diagnóstico de perturbação do espectro do autismo, mais eficiente será o tratamento!


Sinais de Autismo até aos 2/3 anos

Cientistas do Instituto de Pesquisa do Desenvolvimento do Estado de Nova York concluíram que 40% das crianças diagnosticadas com autismo, já apresentavam sinais com apenas um mês de idade. Por exemplo, o facto do bebê não olhar nos olhos ou preferir ficar no berço em vez do colo.

O diagnóstico deve ser feito por um profissional, mas os pais devem estar atentos ao comportamento dos filhos, nomeadamente aos seguintes sinais:

1. Reações Emocionais
Habitualmente os bebês reagem emocionalmente aos sorrisos e carinhos dos pais ou familiares mais próximos. O autismo compromete essas reações emocionais,  o bebé raramente sorri e mantém sempre a mesma expressão facial, como se nunca estivesse contente ou satisfeito.

2. Contacto Visual
Normalmente os bebês olham na direção dos olhos da mãe ou do pai, particularmente quando se interage com eles. Por isso, se o seu bebê não olha para si quando é amamentado, quando troca a fralda ou brinca com ele, pode ser um sinal preocupante.

3. Contacto Físico
Um dos sinais a prestar atenção está relacionado com o toque. Se o bebê não gosta de ser pegado no colo e chora quando isso acontece, preferindo ficar no berço sossegado, é um dos sinais a prestar atenção. Por norma, a criança autista é sensível ao toque e não aprecia ser acarinhada ou tocada.

4. Atraso na Aquisição da Fala
Normalmente, pelos 12 meses, o bebê começa a balbuciar as primeiras palavras, como mamã ou papá ou outras dentro do contexto da criança. Se, por volta dos 18 meses, a criança não pronuncia nenhuma palavra, estamos perante um atraso no desenvolvimento da linguagem, o que pode ser sinal de autismo. No entanto, nem todas as crianças com atraso na aquisição da linguagem fazem parte do espectro do autismo.

5. Expressar Necessidades e/ou Interesses
Frequentemente, os bebês apontam para indicar uma necessidade, por exemplo, para pedir água ou para chegar um objeto com que querem brincar. O bebê com autismo pode ter dificuldade em expressar com um gesto o que precisa ou como forma de partilhar um interesse que tenha.

6. Dificuldade em Brincar
Conforme se vai desenvolvendo, o bebê aprende a brincar a reproduzir comportamentos com os brinquedos, por exemplo, adormecer a boneca ou fazer barulho dos carros em movimento. O bebê com sinais de autismo não brinca ou joga, é capaz de ficar muito tempo a olhar para um determinado objeto, não prestando atenção nenhuma ao seu redor.

7. Interesses Repetitivos
Se o bebê exibe comportamentos repetitivos ou movimentos estereotipados (como ficar se balançando ou bater na cabeça), não brinca com os brinquedos como habitualmente as crianças fazem (pode pegar o carrinho e ficar a rodar as rodas, em vez de circular no chão) ou utiliza objetos diferentes para brincar (como comandos ou pedaços de papel) pode ser sinal precoce de autismo.

8. Dificuldade de Interação
Normalmente, as crianças quando estão grupo, gostam de interagir, participar juntas nas atividades ou brincar umas com as outras. Poder ser sinal de alerta, se o seu filho se retira dessas atividades.Por exemplo, quando sai da roda e prefere ficar sozinho num canto da sala ou fica de costas quando fazem alguma atividade em conjunto, no contexto de educação infantil.

9. Sensibilidade ao Som
O bebê autista pode ser sensível ao som, sente-se incomodado e irritado com sons altos e ruidosos.

10. Não responde pelo nome
O bebê responde quando se chama pelo seu nome, já o autista ignora aqueles que tentam obter a sua atenção, não manifestando qualquer desejo ou interesse social.

Sobre o Autor

Cláudia Pereira

Cláudia Pereira

Educadora Social, formadora certificada, especialista em educação, dificuldades de aprendizagem e necessidades educativas especiais.
Empreendedora digital, criativa e apaixonada por implementar novas ideias!