Saúde Infantil

Como prestar os Primeiros Socorros às crianças

Cláudia Pereira
Escrito por Cláudia Pereira

O que são os primeiros socorros

Os primeiros socorros são a ajuda imediata a uma pessoa doente ou ferida. São um conjunto de procedimentos simples realizados para manter a situação controlada e evitar um agravamento da mesma. O propósito é auxiliar física e psicologicamente enquanto os serviços médicos de emergência se deslocam até ao local necessário.


Existem várias situações que necessitam de uma intervenção a nível de primeiros socorros, por exemplo, acidentes rodoviários, atropelamentos, afogamentos, ataques cardíacos, ataques e convulsões epiléticas, etc.

A pessoa que presta estes primeiros cuidados de emergência é chamado de socorrista. Este possui formação que lhe permite prestar assistência imediata adequada, proporcionando apoio à pessoa que necessita de socorro.

O que deve ter num kit de Primeiros Socorros

Um kit de primeiros socorros deve conter:

  • Tesoura;
  • Gaze;
  • Esparadrapo;
  • Atadura/Ligadura;
  • Soro fisiológico;
  • Água oxigenada;
  • Produto Anti-séptico;
  • Band-aid;
  • Termômetro;
  • Pinça;
  • Cotonete;
  • Luvas de procedimento médico;
  • Álcool 70º% ou álcool em gel.

O ideal é que todos estes produtos estejam devidamente guardados dentro de um único recipiente ou caixa que seja fácil de transportar. Deve-se verificar se os produtos estão dentro do prazo de validade antes de usar.

Você pode manter um kit de primeiros socorros em casa e um outro dentro do carro.

Primeiros Socorros em caso de queda

Um dos acidentes mais comuns com as crianças são as quedas, por isso é importante saber identificar se a queda foi grave, se a criança bateu com a cabeça, se está zonza, desorientada e se há sangramento ou algum osso quebrado. Veja os seguintes pontos:

  • Pergunte se a criança está bem;
  • Peça para criança mostrar onde dói;
  • Verifique se há sangramento e procure tapar e pressionar um pouco a região para estancar o sangue;
  • Não deixe a criança dormir logo depois de uma queda e observe se ela fica muito sonolenta ou letárgica. Se a respiração ficar ofegante, pode ser mais indicado ir ao pronto socorro.

Primeiros socorros para queimadura

  • Coloque a área queimada sobre água corrente para resfriar a área;
  • Remova as impurezas com auxílio de uma gaze limpa e um pouco de soro fisiológico;
  • Aplique uma fina camada de pomada para queimaduras;
  • Não estoure a bolha que vai se formar nos próximos dias;
  • Se a área queimada por muito grande deve-se ir imediatamente para o posto de saúde ou hospital mais próximo.

Primeiros socorros para nariz sangrando

  • Inclinar a cabeça para frente e respirar pela boca, deixando o sangue escorrer;
  • Colocar uma pedrinha de gelo em cima do nariz;
  • Colocar um pedacinho de papel dentro da narina que está sangrando para absorver o sangue;
  • Não apertar o nariz para cessar o sangramento;
  • Não assoar o nariz nas primeiras horas após o sangramento.

Primeiros socorros em caso de desmaio

Os primeiros socorros a prestar quando a criança desmaia são os seguintes:

  • Chame uma ambulância;
  • Deite a criança no chão e erga-lhe as pernas acima do nível do coração, colocando por baixo almofadas, mantas ou cobertores;
  • Assegure-se que a roupa não está apertada à volta do pescoço, do peito e da cintura. Caso esteja abra uma janela (se estiver dentro de casa) para que a criança receba ar fresco. Pode também abanar uma revista ou jornal junto ao rosto;
  • Se demorar a retomar a consciência coloque a criança na posição lateral de segurança.

Quando a criança desmaia apresenta uma sensação de fraqueza, tonturas e enjoo, palidez, pulsação débil e perda de consciência por um curto espaço de tempo.

Primeiros socorros em caso de choque elétrico

Em situação de ferimento por choque eléctrico proceda da seguinte forma:

  1. Desligue a corrente;
  2. Se não conseguir desligar a corrente, suba em cima de listas telefónicas ou madeira e com uma vassoura com cabo de madeira ou uma cadeira afaste os membros da criança do elemento que provocou o choque;
  3. Sem tocar na criança (na sua pele), enrole uma toalha seca à volta dos pés e puxe-a para longe da zona onde ocorreu o choque;
  4. Chame uma ambulância.

Como fazer um curativo simples

  • Lave a área com água e sabão, retirando toda impureza, se preciso passe uma gaze limpa para o efeito;
  • Aplique uma solução anti-séptica ou água oxigenada na área cortada;
  • Seque a área com uma gaze;
  • Cubra a ferida com uma outra gaze limpa e prenda com esparadrapo ou ligadura;
  • Troque o curativo diariamente até que a pele esteja íntegra novamente.

Estes são apenas os procedimentos iniciais mas podem ajudar muito a não piorar a situação, no entanto, se a situação parecer não melhorar e a vítima continuar necessitando de ajuda médica, deve-se ir ao posto de saúde ou hospital para uma avaliação profissional.

Posição Lateral de Segurança

Se necessitar de reanimar uma criança que está a respirar e com pulsação, coloque-a na posição lateral de segurança, para impedir que sufoque com a língua ou com o vómito.

Siga os seguintes passos:

  1. Ajoelhe-se junto da criança. Incline-lhe a cabeça para trás e levante-lhe o queixo para cima, isto para permitir a passagem do ar enquanto coloca a criança na posição lateral de segurança,
  2. Alinhe as pernas e flicta-lhe o braço mais perto de si formando um ângulo recto. Deite-o no chão com a palma da mão voltada para cima;
  3. Pegue no outro braço e pouse-o, de forma oblíqua, sobre o peito. Mantenha as costas da mão contra a face oposta;
  4. Cuidadosamente segure na parte detrás da coxa da perna mais afastada, puxe o joelho para cima flectindo a perna e colocando a planta do pé apoiada no chão;
  5. Enquanto mantém a mão da criança contra a sua face, puxe a perna flectida na sua direcção de forma a rolar sobre si;
  6. Ajuste-lhe o braço e a perna para que não possa cair para a frente e incline-lhe a cabeça;
  7. Chame uma ambulância.

Sobre o Autor

Cláudia Pereira

Cláudia Pereira

Educadora Social, formadora certificada, especialista em educação, dificuldades de aprendizagem e necessidades educativas especiais.
Empreendedora digital, criativa e apaixonada por implementar novas ideias!