Saúde Infantil

O meu filho não come nada: o que fazer?

Marcelle da Costa
Escrito por Marcelle da Costa

Cerca de 20% das crianças apresentam alguma dificuldade na alimentação e muitas vezes a queixa dos pais é que a criança demora muito para comer, não tem interesse pelas refeições ou prefere alimentos líquidos, recusando os sólidos. Em casos como estes o que se pode fazer é:


  1. Toda família sentar-se à mesa para comerem juntos a mesma refeição, se a criança já tiver mais de 1 ano e puder comer tudo o que um adulto come;
  2. Oferecer à criança o mesmo alimentos diversas vezes e preparados de diversas formas. Por exemplo: batata cozida, batata frita, batata assada, purê de batata, o mesmo com outros alimentos…
  3. Proporcionar um ambiente calmo e tranquilo, e sem distrações para as refeições em família;
  4. Não forçar a criança a comer e não transformar o momento das refeições num clima de terror;
  5. Ter horários certos para as refeições e não ceder aos lanchinhos fora de hora, que podem diminuir o apetite nos horários do almoço e jantar;
  6. Não oferecer uma mamadeira de leite ou mingau, depois de muito insistir para que coma o jantar, sem sucesso;
  7. Dar um remédio para abrir o apetite, sob indicação médica;
  8. Oferecer pequenas porções de cada vez;
  9. Reforço positivo à cada pequena vitória;
  10. Diminuir a quantidade e a frequência que a criança toma leite, para que tenha mais apetite ao almoço e jantar.

O pediatra deve estar ciente da dificuldade de alimentação da criança, observando seu peso e desenvolvimento. Algumas orientações que também podem ser úteis, são orientar os pais ao que falam perto da criança. Por exemplo: Se os pais falam: Eu já desisti, não adianta tentar, ele não come nada…. Realmente a criança ouve e entende o que estão dizendo e certamente não irá ceder, dificultando a alimentação. Tentar encontrar um culpado também não funciona.

Por vezes, o ambiente em casa ou na casa dos avós, ou com a babá não é o mais agradável, nem as refeições coloridas e divertidas. Assim, além de observar o fato da criança não querer comer deve-se tentar observar o ambiente em que está inserida porque tem grande influência sobre suas atitudes.

Assim, conseguir fazer com que a criança coma de tudo e cresça saudável pode ser mais difícil e demorar alguns meses, mas é possível que os maus hábitos sejam corrigidos e a criança aceitar uma alimentação saudável e diversificada.Mas tudo leva seu tempo, continue tentando e não perca as esperanças.

Sobre o Autor

Marcelle da Costa

Marcelle da Costa

Fisioterapeuta credenciada, com formação em Psicomotricidade e Desenvolvimento Infantil.
Empreendedora social, prática e sempre pronta a ajudar!