Dislexia Necessidades Educativas

Dislexia e Avaliação Escolar

Como juntar dislexia e avaliação escolar? A avaliação escolar é um momento de tensão para o aluno disléxico pois as capacidades deficitárias de escrita, compreensão e ortografia evidenciam-se devido à pressão do tempo.



Dislexia e Avaliação Escolar

Quando se trata de avaliações escritas ou orais ou entrega de trabalhas existem alguns cuidados que poderão ser tomados que ajudam o aluno disléxico:

Perguntas devem ser expressas em linguagem clara e concisa;
Combinar com a devida antecedência datas de entrega de trabalhos;
Permitir a utilização de corretores ortográficos ou outros que ajudem a detectar e a corrigir os próprios erros;
Dar mais tempo para organizar os pensamentos, para terminar o trabalho e para realizar provas/exames escritos (quando não existe a pressão do tempo o aluno disléxico irá sentir-se menos nervoso e em melhores condições de mostrar o seu trabalho);
Proceder à leitura e explicação das provas escritas;
Ortografia e erros ortográficos não devem ser valorizados para efeitos de aprovação;
Evitar a correção sistemática e visual dos erros ortográficos;
Promover, preferencialmente, exames orais, evitando as dificuldades com leitura, escrita e capacidade de organização;
Avaliar os progressos em comparação com ele mesmo, ou seja, avaliar o aluno de acordo com o seu nível inicial, não com o nível inicial dos restantes alunos, ajudando-o nas áreas que precisa melhorar.

Sobre o Autor

Cláudia Pereira

Cláudia Pereira

Empreendedora Social, formada em Educação Social pela Escola Superior de Educação do Porto desde 2002.
Formadora certificada, com experiência em educação de crianças e adultos, dificuldades de aprendizagem e necessidades educativas especiais.