Educação e Ensino Especial

8 Dicas para ajudar o seu filho com Síndrome de Tourette

Escrito por Cláudia Pereira

A síndrome de Tourette é uma condição neurológica caracterizada por tiques motores e verbais repetitivos. Se o seu filho tem este transtorno do movimento, conheça um pouco mais sobre este assunto e tente algumas estratégias que podem ajudar num momento de crise.


O que é Síndrome de Tourette?

A Síndrome de Tourette é um transtorno do movimento e do comportamento que se manifesta por tiques motores e verbais. Os tiques são movimentos involuntários e repentinos do corpo, como piscar os olhos ou abanar a cabeça. As crianças com a esta síndrome podem ter dificuldade em controlar esses tiques, que podem ser desconfortáveis e inconvenientes.

Sendo mais comum em meninos, tipicamente a Síndrome de Tourette surge em crianças com idades compreendidas entre os 5 e os 18 anos de idade, embora possa ocorrer em qualquer idade. Algumas pessoas com a síndrome de Tourette também podem ter outros transtornos mentais, como transtorno obsessivo-compulsivo ou transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH). O tratamento da síndrome de Tourette geralmente inclui medicamentos e terapia comportamental.

Como a Síndrome de Tourette afeta a criança?

A síndrome de Tourette pode afetar as crianças de diferentes maneiras. Algumas crianças podem ter tiques leves quase imperceptíveis, enquanto outras podem ter tiques mais graves que podem interferir significativamente na sua vida diária. Os efeitos mais comuns da síndrome de Tourette nas crianças são:

  • Dificuldade em concentrar-se na escola e ao realizar os trabalhos de casa;
  • Dificuldade em relacionar-se com os colegas;
  • Ansiedade e stress em relação aos tiques e à preocupação com o que os outros pensam;
  • Dificuldade em participar de atividades físicas ou desportivas devido aos tiques que atrapalham os movimentos;
  • Dificuldade em realizar atividades que exigem habilidades motores precisas, como escrever ou desenhar;
  • Problemas de sono devido aos tiques.

Cada criança é única, por isso, a Síndrome de Tourette pode afetar cada uma de forma diferente. Algumas crianças podem precisar de mais apoio do que outras para lidar com os desafios desta síndrome.

8 Dicas para lidar com a Síndrome de Tourette

Para a criança ter síndrome de Tourette  pode ser frustrante, incomodativo e causar baixa auto-estima, por isso, estas são algumas ideias que podem ajudar:

  1. Faça um esforço para entender a condição e aprender tudo o que for possível. Desta forma, pode explicar a síndrome de forma mais clara ao seu filho;
  2. Converse com o seu filho sobre os tiques e ajude-o a encontrar maneiras práticas de lidar com eles. Por exemplo, pode tentar distrair-se ou relaxar quando os tiques aparecerem;
  3. Aja normalmente em relação aos tiques da sua criança, evitando o aumento da ansiedade da criança;
  4. Encoraje a sua criança a participar de atividades que ela goste, na área do desporto, música ou arte. Isso pode ajudar a aliviar o stress e a ansiedade que agravam os tiques;
  5. Proporcione um ambiente estruturado e previsível em casa, diminuindo os momentos mais agitados;
  6. Encoraje o seu filho a falar sobre os seus sentimentos e preocupações, para lidar melhor com a condição e sentir-se mais confiante e capaz;
  7. Se o seu filho tiver dificuldades escolares ou de aprendizagem, fale com o professor e o psicólogo escolar  para obter ajuda. Eles podem oferecer estratégias de ensino adaptadas para ajudar a sua criança a ter sucesso na escola;
  8. Considere o tratamento medicamentoso ou terapia comportamental, pois pode ser útil para aliviar os sintomas da síndrome de Tourette em algumas crianças. Converse com o médico da criança sobre as opções de tratamento disponíveis.

Sobre o Autor

Cláudia Pereira

Educadora Social, formadora certificada, especialista em educação, dificuldades de aprendizagem e necessidades educativas especiais.
Empreendedora digital, criativa e apaixonada por criar conteúdo útil e prático para pais e profissionais.