Saúde Infantil

Bebê com catarro na garganta

Avatar
Escrito por Marcelle Pinheiro

O bebê com catarro na garganta fica com tosse, chateado e pode não querer mamar ou recusar a se alimentar. Nesse caso os pais devem levar o bebê ao médico, especialmente se apresentar febre.



Uma solução caseira para ajudar o bebê com catarro na garganta é um xarope feito com cenoura. Basta ralar uma cenoura e deixar dentro da geladeira e depois espremer até tirar o seu suco, esse suco é ótimo para ajudar a descongestionar o nariz e a soltar o catarro.

O que deve fazer

Depois de levar o bebê ao médico deve-se dar o xarope descongestionante indicado pelo médico, se for o caso e ter atenção a alimentação do bebê.

O bebê deve ingerir mais líquidos, como água, suco, chá ou leite, do que toma habitualmente porque isso ajuda a fluidificar o catarro, facilitando a sua eliminação. Alimentos como sopas, caldos, vitaminas de frutas, iogurtes e gelatinas também são mais indicados porque são mais fáceis de engolir e também ajudam a eliminar o catarro preso na garganta.

O bebê pode ficar sonolento e acabar dormindo mais horas que o habitual, o que é normal, e ajuda na sua recuperação. Para ajudar o bebê a ter um sono tranquilo e não ficar acordando porque tem o nariz entupido, o pais podem colocar a criança para dormir no berço ou na cama, numa superfície inclinada. Uma forma segura de fazer isso, não é colocar várias almofadas na cama, mas colocar um travesseiro ou almofada por baixo do colchão.

Quanto tempo até a cura

O bebê deve apresentar sinais de melhora após o início da toma do xarope descongestionante indicado pelo médico, já no 1º ou no 2º dia.

Quando ficar preocupado

Se não houver nenhum sinal de melhora, se a febre não baixar e se o bebê apresentar uma respiração difícil e ruidosa, deve-se levar a criança novamente ao médico para ser reavaliada. Embora não seja muito comum, o bebê pode desenvolver pneumonia, uma situação mais grave em que é indicado tomar antibióticos, e em alguns casos, ter que ficar internada no hospital. 

Sobre o Autor

Avatar

Marcelle Pinheiro

Fisioterapeuta credenciada, com formação em Psicomotricidade e Desenvolvimento Infantil.