Síndrome de Down Saúde Infantil

10 atividades para estimular a criança com Síndrome de Down em casa

Marcelle da Costa
Escrito por Marcelle da Costa

O bebê e a criança com Síndrome de Down precisam de atividades para estimular o movimento e assim conseguir andar, correr e brincar, realizando todas as atividades que toda criança gosta: brincar, brincar e brincar! Aqui estão algumas sugestões:


  1. Se a criança ainda não aprendeu a andar, pode segurar nas mãos dela e ir caminhando, dando o apoio necessário, até que ela consiga ficar de pé sozinha e consiga andar;
  2. Para fortalecer seus músculos peça a criança para brincar com canções infantis como marcha soldado, ciranda, cirandinha e atirei o pau ao gato;
  3. Se ela ainda não sabe andar, brinque de serra, serra serrador com ela no seu colo. Os movimentos dessa música podem ajudar a fortalecer a musculatura abdominal, contribuindo para o controle do tronco;
  4. Estimule a criança a brincar de pintar com lápis de cera (inicialmente os mais grossos são mais fáceis de segurar) e tinta guache;
  5. Se ela já se movimenta bem, mas ainda não sabe andar, tente colocar brinquedos próximo da criança mas distantes o suficiente para que ela vá buscar engatinhando ou se arrastando, quanto mais ela fizer isso, melhor será seu desenvolvimento;
  6. Se ela já sabe andar, faça um circuito para ela explorar, dentro da sala ou no quintal. Você pode colocar 5 ou 6 brinquedos enfileirados e pedir a criança para abaixar para pegar cada um de uma vez ou saltar por cima deles;
  7. Cantar e dançar com ela/para ela. As crianças são muito estimuladas pelas músicas que ouvem, por isso passar algum tempo com elas a ouvirem juntos uma canção infantil e criar uma coreografia pode ser uma ótima ideia!
  8. Esconder brinquedos e pedir que a criança os procure. Se ela ainda não anda, pode deixar mais próximo dela, por baixo de um lençol ou almofada, mas se já souber andar, poderá explorar outros espaços;
  9. Guardar todos os brinquedos dentro de uma caixa, empilhar caixas de diferentes tamanhos, colocar a tampa na panela certa, essa atividade cria uma maior noção de espaço e de comparação de tamanhos, sendo um ótimo exercício mental;
  10. Brincar de imitar os sons que os animais fazem. Você pode colocar numa caixa diversos animais juntos e ir pedindo para a criança pegar 1º a vaca, depois o cavalo e ir imitando os sons, cada vez que segura num brinquedo. Essa é uma ótima ideia para trabalhar a coordenação motora e a vocalização.

Estas são apenas algumas atividades que poderá fazer com a criança com S. de Down até por volta dos 5 anos. Se o bebê já foi bastante estimulado, por volta dos 5 anos, o mais comum é que a essa criança não necessite de nenhum tratamento específico para ela. Vale lembrar que a criança com S. de Down sempre vai precisar de mais atenção, porque ela apresenta um atraso no seu desenvolvimento, mas com o devido estímulo ela será capaz de andar, correr e brincar como qualquer outra.

Sobre o Autor

Marcelle da Costa

Marcelle da Costa

Fisioterapeuta credenciada, com formação em Psicomotricidade e Desenvolvimento Infantil.
Empreendedora social, prática e sempre pronta a ajudar!