Mind Mapping – Mapas Mentais

 

Mind Mapping ou Mapas Mentais em português,  são uma técnica bastante útil que eleva a tomada de notas a um outro nível, promovendo uma solução criativa para um problema. Os mapas mentais poderão ser de extrema utilidade para um aluno disléxico ou com outra dificuldade de aprendizagem.

Utilizando os mapas mentais pode identificar-se e compreender rapidamente qual o tema central e a forma como cada assunto se interliga, o que permite que o cérebro aceda à informação rápida e eficazmente.

Popularizada por Tony Buzan, esta técnica baseia-se no pressuposto que o nosso cérebro funciona de forma racional e associativa. Alguns autores, como Aldo Novak, comparam os mapas mentais actuais às ferramentas de trabalho que Leonardo Da Vinci utilizava – gráficos e alfabeto visual.

Como fazer Mapas Mentais?

  1. Desenhe um círculo no meio da folha de papel;
  2. Escreva a ideia principal do trabalho nesse círculo (eventualmente será o título do trabalho);
  3. Faça 4 ou mais linhas desde o círculo inicial em direcção ao exterior da folha;
  4. No final dessas linhas desenhe círculos;
  5. Dentro desses círculos escreva ou desenhe os pontos centrais a desenvolver;
  6. Dessas ideias centrais faça mais linhas para outros círculos onde colocará argumentos que suportam essas mesmas ideias;
  7. Não se esqueça de ilustrar cada ponto para facilitar a memória;
  8. No final terá estruturada a organização do seu trabalho.