Saúde Infantil

Psicomotricidade: atividades que promovem o desenvolvimento do seu filho

Marcelle da Costa
Escrito por Marcelle da Costa

A psicomotricidade consiste em atividades que estimulam o corpo ao mesmo tempo que ajudam no desenvolvimento cerebral, afetivo e personalidade, o que contribui para o desenvolvimento geral na infância.


As crianças que recebem o devido estímulo psicomotor tem o melhor desenvolvimento cerebral e alcançam melhores resultados na vida escolar, especialmente quando se trata de uma criança que apresenta alguma necessidade educativa especial ou que tem algum atraso no desenvolvimento. No entanto, todas as crianças são beneficiadas com as atividades neuropsimotoras.

Exemplos de atividades de psicomotricidade

O psicomotricista, fisioterapeuta ou educador podem indicar alguns tipos de atividades psicomotoras a depender da idade da criança e se ela possui alguma necessidade educativa ou não. Os exercícios podem ser realizados de forma individual ou em grupo, havendo benefícios nas duas formas. Alguns exemplos são:

Para melhorar a lateralidade:

  • Pular corda;
  • Saltar elástico;
  • Brincar de pique-pega;
  • Vivo ou morto;
  • Dar cambalhotas e estrelinha;
  • Jogos de bola com apenas 1 mão (queimada);
  • Pular amarelinha;
  • Cobra-cega;
  • Pista de obstáculos;
  • Escravos de Jó,

Para melhorar o equilíbrio corporal:

  • Pisar em cima de uma corda colocada no chão;
  • Andar/correr sobre diferentes tipos de piso: calçado, descalço, com meias no azulejo, no cimento, no gramado, na terra, na areia;
  • Brincar de saci-pererê;
  • Andar num labirinto;
  • Dança da cadeira.

Para melhorar a motricidade fina (importante para atividades como escrever ou minuciosas):

  • Jogos de encaixe;
  • Colocar caixas maiores dentro de menores;
  • Empilhar objetos;
  • Brincar de maquiagem;
  • Brincar com massinha de modelar;
  • Contar feijões

Para melhorar a noção do próprio corpo:

  • Fazer desenhos de bonecos com materiais como cartolina ou caixas;
  • Pintar as mãos com tinta guache e colar num papel;
  • Pintar partes do corpo com tinta;
  • Dançar em frente ao espelho,;
  • Imitar animais;
  • Subir e descer rampas;
  • Brincar de estátua;
  • Fazer coreografias com músicas como cabeça, ombro, joelho e pé.

Para melhorar o controle da respiração:

  • Fazer bolinhas de sabão;
  • Assoprar velas de aniversário;
  • Corrida de soprar;
  • Encher balões de festa.

Quanto mais estímulos como este a criança tiver, melhor será o seu rendimento escolar e por isso é importante que os pais se empenhem em realizar estas brincadeiras/atividades desde bebê para ajudar no desenvolvimento global do seu filho. Estas atividades devem ser vistas pela criança por momentos felizes em que podem brincar com outras crianças, mas sempre com a supervisão de um adulto para garantir a segurança de todos.

Claramente que o profissional capacitado em estimulação psicomotora será o mais indicado para indicar quais as atividades são indicadas para cada fase, idade e necessidade que a criança necessita. No entanto, os pais podem participar do desenvolvimento do seu filho, realizando atividades diariamente porque esse tipo de estímulo contribui para o desenvolvimento afetivo e da personalidade da criança.

Sobre o Autor

Marcelle da Costa

Marcelle da Costa

Fisioterapeuta credenciada, com formação em Psicomotricidade e Desenvolvimento Infantil.
Empreendedora social, prática e sempre pronta a ajudar!