Parentalidade

5 formas de aumentar a Autoestima da Criança

Cláudia Pereira
Escrito por Cláudia Pereira

A autoestima equilibrada é fundamental para o desenvolvimento de toda a criança, indicamos aqui algumas sugestões de como pode aumentar as chances da criança gostar dela mesma:


1.Chame atenção sem magoar os sentimentos da criança

Por vezes, quando a criança tem um comportamento errado, os pais ou educadores chamam atenção de forma incorreta, com xingamentos ou falando mal do caráter da criança como: Fulano, você não tem jeito mesmo, desse jeito você não vai ser ninguém na vida. A forma correta é repreender a atitude errada, como: Fulano, fazer isso está errado. Você precisa fazer daquele jeito que eu falei.

2. Valorize o esforço

Toda criança erra. Por mais que o adulto fale como e quando deve fazer alguma coisa, em algum momento a criança vai errar. O que se deve corrigir é o erro, valorizando a tentativa da criança em acertar. Evite dizer: O filho da vizinha é tão inteligente, nem precisa estudar e só tira boas notas, enquanto você por mais que estude, não tem jeito. Aprenda a valorizar o esforço da criança em aprender, já que isso pode ser realmente um grande esforço para ela.

3. Tenha limites claros

As crianças precisam de limites para se sentirem seguras e protegidas. Não é bom que a criança seja criada em liberdade total, onde ela pode fazer o que ela quiser, na hora que ela quiser. Para a boa educação a criança precisa obedecer aos limites. Por exemplo, o seu filho pode usar o celular para jogar por 2 horas por dia. Se ele ficar mais tempo que isso, deve saber que vai haver uma consequência clara, pela sua desobediência.

4. Elogie

A criança vai se sentir melhor se for criada num ambiente onde ela sente que tem reforço positivo. Ainda que ela erre, deve elogiar a sua tentativa em acertar. Não espere para elogiar somente quando a criança faz tudo certo, as pequenas atitudes do dia a dia também devem ser valorizadas.

5. Ensine seu filho a lidar com a frustração

Na vida ele ainda vai se frustrar muitas vezes, então é bom que a criança aprenda desde cedo a lidar com as frustrações e injustiças que acontecem na vida. Afinal, ninguém espera que um adulto faça uma grande ‘birra’ porque não teve a sua necessidade atendida naquele momento exato. Quando a criança se frustar, ela precisa de apoio. Diga que ela precisa entender que nem tudo sai do jeito que nós esperamos. E, acredite, a melhor forma dela aprender a se frustar, é se frustando.

6. Ame o seu filho da forma como precisa

O sentimento interno de se sentir amado e valorizado afeta o comportamento do seu filho numa base diária, interfere com a capacidade de a criança se sentir capaz e motivada e contribui positivamente para a autoestima e bem-estar emocional.

Ao demonstrar carinho pelo seu filho, está a contribuir para o seu desenvolvimento saudável. Mas, ao especializar-se em amar cada filho na sua linguagem própria, falando o dialeto do seu coração,  é fundamental! Saiba mais sobre como amar o seu filho da forma como precisa.

Sobre o Autor

Cláudia Pereira

Cláudia Pereira

Educadora Social, formadora certificada, especialista em educação, dificuldades de aprendizagem e necessidades educativas especiais.
Empreendedora digital, criativa e apaixonada por implementar novas ideias!