Parentalidade Saúde Infantil

Contactos de Emergência para Bebés e Crianças

Cláudia Pereira
Escrito por Cláudia Pereira

Em alguns momentos os mais pequenos ficam doentes ou apresentam alguns sintomas preocupantes, por isso convém ter os contactos de emergência sempre à mão! Listamos os contactos que poderá utilizar para esclarecer dúvidas ou obter respostas para a emergência que poderá ter!



Contactos que pode utilizar em Situações de Emergência

Se o seu filho caiu, fez uma reação alérgica, está com tosse ou febre, pode sempre ligar para um destes contactos de emergência e obter a orientação mais adequada.

Independentemente do país onde se encontra – Brasil ou Portugal – pode utilizar o 112 – número oficial de emergência.

Contactos de Emergência no Brasil

  • Emergências Médicas – 190 | 911 | 112
  • SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) – 192
  • Corpo de Bombeiros – 193
  • Central de Atendimento à Mulher no Brasil – 180
  • Disque 100 (Direitos Humanos) – 100

Também pode consultar sites para obter informações importantes em diferentes situações:

Contactos de Emergência em Portugal

  • Emergências Médicas – 112
  • SOS Grávida – 808 201 139
  • SOS Criança – 800 202 651
  • Crianças Desaparecidas –  116100/ 116111
  • Saúde 24 – 808 24 24 24
  • Linha Medicamentos e Gravidez – 800 20 28 44
  • Centro de Intoxicações Anti-Venenos – 808 250 143
  • Linha do Medicamento – 808 22 24 44
  • Linha Verde dos Bombeiros – 800 20 24 25
  • Linha Tráfico de Crianças – 808 257 257
  • Portal da Saúde – 217 984 200
  • Linha de apoio à Amamentação – 213 880 915
  • Associação Portuguesa de Segurança Infantil – 21 8844 100
  • Associação Portuguesa de Famílias Numerosas – 217 552 603
  • Associação Portuguesa de Apoio ao bebé Prematuro – 912 519 540 | 934 741 145
  • Instituto de apoio à Criança – 213 617 880

Alguns sites podem esclarecer algumas dúvidas que possam surgir ou ajudar em alguma dificuldade específica:

Sobre o Autor

Cláudia Pereira

Cláudia Pereira

Empreendedora Digital, formada em Educação Social pela Escola Superior de Educação do Porto desde 2002.
Formadora certificada, especialista em educação infantil, dificuldades de aprendizagem e necessidades educativas especiais.