Jogos Educativos Parentalidade

10 Jogos Infantis para Viagens

Cláudia Pereira
Escrito por Cláudia Pereira

Vai viajar em família? Que ideia fantástica! Pensamos em 10 jogos infantis para melhorar a qualidade das suas viagens! Experimente este jogos e divirta-se com os mais pequenos!


1.  Palavras Tolas

A ideia é inventar “palavras tolas”, ou seja palavras completamente novas a partir de palavras existentes.
Por exemplo, cambol (campo de futebol) ou rapressado (rápido e apressado).
Ficará surpreendido com a capacidade inventiva das crianças!

2. Boa pergunta!

As regras desta brincadeira são extremamente simples, apenas é preciso encontrar perguntas para determinadas respostas. Assim, diz-se uma resposta como “vermelho” ou “5 horas”. As crianças terão de pensar em perguntas para essas respostas. Para as crianças mais pequenas comece com respostas simples, com objetos ou animais e vá intensificando a complexidade de acordo com a  idade.

3. Terra, Mar e Céu

Jogo de vocabulário, ótimo mesmo para os mais novos. Quando disser:

  • Terra: a criança precisa encontrar rapidamente o nome de um animal terrestre;
  • Mar: a criança deve encontrar o nome de um peixe ou mamífero marinho;
  • Céu: agora tem de identificar um pássaro ou inseto.

Pode dar mais ou menos tempo para a resposta, dependendo da idade da criança e pode dar a oportunidade de ser a criança a dizer, terra, mar e céu!

4. Caça aos Animais

No início da viagem defina quantos pontos cada animal vale. Por exemplo, um cavalo ou uma cabra vale 2 pontos, um cão ou gato vale 1 ponto, conforme são mais fáceis ou difíceis de encontrar pelo caminho. Mal a viagem comece, a caça aos animais está aberta! As crianças olham para os dois lados da estrada e vão identificando os animais. Elas vão gostar da competição!

5. Imaginemos se…

Muito simples, vamos imaginar o que aconteceria se:

  • O sol não brilhasse mais;
  • A cor azul não existisse;
  • Habitássemos numa ilha deserta;
  • Não tivéssemos flores;
  • Não conseguíssemos cheirar…

6. O jogo dos contrários

Por cada afirmação que fizer, peça ao seu filho para dizer exatamente o oposto! Algo que ele vai gostar de certeza (lembre que é só na brincadeira, não é para fazer sempre!). Alguns exemplos:

  • Estou triste;
  • Tenho fome;
  • Sou rápida;
  • Sou velha;
  • Tenho sono;
  • Estou acordada;
  • Gosto de bananas;
  • Etc.

7. Canções sem pés nem cabeça

Escolha um refrão de uma música infantil bem conhecida, por exemplo, atirei o pau ao gato.  Cantem em família a música toda e depois vão retirando palavras, até ficar completamente muda, veja o exemplo:

Atirei o pau ao gato, mas o gato não morreu
Atirei o pau ao gato, mas o gato não
Atirei o pau ao gato, mas o gato
Atirei o pau ao gato, mas o
Atirei o pau ao gato, mas
Atirei o pau ao gato
Atirei o pau ao
Atirei o pau
Atirei o
Atirei

8. Quantas patas?

Invente uma história que inclua diferentes animais. Por cada vez que mencionar na história um animal, os seus filhos deverem mostrar com os dedos quantas patas ele tem! Comece a história lentamente, dando tempo para as crianças se habituem ao jogo e depois acelere o passo, introduzindo animais cada vez mais difíceis.

9. Histórias para continuar

O que acontece com as histórias tradicionais, como o Capuchinho vermelho, Frozen  ou a Cinderela? Aproveite as viagens para incentivar as crianças a criarem finais diferentes ou a continuação destas histórias tradicionais. Vai ficar encantado com a imaginação dos seus filhos!

10. Palavras Irmãs

Proponha uma lista de palavras com pontos em comum, por exemplo, que comecem pela mesma letra ou pelo mesmo som, com duas ou com mais sílabas. Assim, inicie o jogo com uma palavra, por exemplo, bola. As crianças devem continuar a dizer palavras com a mesma letra, como balão, bombom, etc.

Sobre o Autor

Cláudia Pereira

Cláudia Pereira

Educadora Social, formadora certificada, especialista em educação, dificuldades de aprendizagem e necessidades educativas especiais.
Empreendedora digital, criativa e apaixonada por implementar novas ideias!