Atividades Dinâmicas de Grupo

Dinâmica do Carinho

A Dinâmica do carinho permite avaliar as relações familiares e a sua comunicação, promovendo a capacidade de gostar de si próprio e consequentemente dos outros. Esta dinâmica de grupo apenas deve ser utilizada em grupos que se encontram numa fase intermédia.



Prepare o grupo na sessão anterior para que possam trazer fotos de familiares, ajudando assim no processo de associar sentimentos a determinados membros da família.

Idades: participantes com idades superiores a 10 anos, no máximo de 20 participantes.

Material: sala espaçosa e cadeiras.

 

 

 

 

Como orientar a Dinâmica do Carinho

O animador convida todos os participantes a pensarem na sua própria família, incidindo sobretudo nas manifestações de afecto, como festas, beijos, abraços, sorrisos, etc.

Seguidamente o animador convida cada participante a pensar, de forma calma e pausada com tempo:

  • Num carinho que gostaria de dar a um familiar
  • Num carinho que gostaria de receber de um familiar
  • Num carinho que gostaria de dar a si próprio

No final e após um tempo de introspecção, todos se sentam em círculo e verbalizam o que sentem.

É importante que o animador esteja atento aos participantes, porque esta dinâmica pode gerar alguma ansiedade e até mesmo irritação.

Sobre o Autor

Cláudia Pereira

Cláudia Pereira

Empreendedora Social, formada em Educação Social pela Escola Superior de Educação do Porto desde 2002.
Formadora certificada, com experiência em educação de crianças e adultos, dificuldades de aprendizagem e necessidades educativas especiais.