Gravidez Parentalidade

O que é o Bebé Reborn: para que serve e quais os perigos?

Marcelle da Costa
Escrito por Marcelle da Costa

O bebê reborn, que significa bebê renascido, é uma boneca hiperrealista que pode ser produzida sob encomenda por um artesão, assim como a pessoa desejar, tendo como base a descrição da idealização de um bebê recém-nascido ou de uma fotografia de um bebê real.


Atualmente existem diversas bonecas também denominadas bebê reborn que tem traços muito semelhantes aos de um bebê recém-nascido, cujo preço é bastante inferior aos que são produzidos sob encomenda. Estas bonecas são de plástico, enquanto que as feitas sob medida, são de silicone e contém diversos outros materiais que conferem os traços superdetalhistas que compõe os traços de um recém-nascido e podem até ter marcas de nascença.

As bonecas bebê reborn encontradas em lojas de brinquedos custam a partir de 150 reais (cerca de 25 euros), enquanto que um bebê reborn feito por um artesão pode passar dos 50 mil reais (mais de 8 mil euros).

Para que serve?

O bebê reborn verdadeiro tem sido utilizado em diversos países, como forma de lembrança do filho pequeno ou de um bebê que não sobreviveu. Embora possa parecer estranho para alguns, estas bonecas tornaram-se uma febre em diversos locais do mundo. Por exemplo, na Alemanha, pode observar-se mulheres adultas passeando no parque com um carrinho com um bebê reborn dentro e que contratam babás para cuidar dos seus “filhos”.

Em alguns casos, esta boneca pode ser utilizada numa terapia com um psicólogo para fazer o luto em questão. Nesse caso, o bebê é utilizado por um curto período de tempo, sempre sob orientação profissional, como auxiliar no processo de luto, necessário para a mãe ou o pai se recompor e seguir em frente com a sua vida.

Quais os perigos do bebê reborn?

Quando uma pessoa adulta decide utilizar um bebê reborn por conta própria pode ser perigoso para a sua saúde mental, porque a pessoa pode idealizar que se trata de um bebê real, e focar toda a sua vida nesse sentido. Como se trata de uma boneca, obviamente o bebê não irá crescer, e isso pode inclusive impedir o processo de luto, prejudicando a sua recuperação. Nesse caso, ao invés de ajudar, o boneco irá atrapalhar o desfecho emocional da situação.

Sobre o Autor

Marcelle da Costa

Marcelle da Costa

Fisioterapeuta credenciada, com formação em Psicomotricidade e Desenvolvimento Infantil.
Empreendedora social, prática e sempre pronta a ajudar!