Jogos de Cegos

 

Jogos de Cegos são ótimos para explicar cegueira aos alunos na sala de aula. Jogos de Cegos têm um propósito pedagógico, na medida em que possibilitam demonstrar de forma prática como os alunos cegos se sentem na sala de aula e a realizar as diferentes tarefas quotidianas na escola.

Jogo das vendas

Este jogo pretende fazer compreender a importância de ter a sala arrumada quando se tem um colega cego.

Coloque uma venda num aluno e peça para ir desde a porta até ao seu lugar sem receber qualquer tipo de ajuda. Permita que cada aluno faça o mesmo. Certamente os seus alunos vão tropeçar nas mochilas que estão no chão, vão esbarrar nas cadeiras ou mesas e até ir de encontro a algum colega.

Converse com os alunos para que compreendam como o aluno cego se sente, a importância de ter as coisas arrumadas fora do caminho do colega.

Jogo da leitura

Arranje pequenos textos em línguas que os seus alunos não conheçam nem sejam capazes de identificar os símbolos, por exemplo russo ou grego. Peça para que tentem ler e rapidamente descobrirão que não conseguem.

Explique que é o mesmo com o braille, o aluno cego tem de aprender a sua própria língua, que é algo que requer esforço e empenho. Que o aluno cego não consegue ler como os colegas, porque simplesmente não vê, mas que pode comunicar de outras formas com os colegas e assim participar das brincadeiras.

Jogo dos sons

Este é um jogo para mostrar de forma prática que o aluno cego tem capacidades como os demais. Melhora a auto-estima do aluno cego ao mesmo tempo que promove o respeito por parte dos seus colegas.

De preferência num espaço exterior e com algo movimento peça para os alunos fecharem os olhos e durante 2 minutos identificarem o máximo de sons que conseguirem. Por norma escutarão em sons que nunca repararam antes.