Dinâmica de Gratidão

 

A Dinâmica de Gratidão ajuda a lidar com as contrariedades da vida, utilizando todas as coisas para ter uma atitude positiva e de gratidão. Para a dinâmica da gratidão vai precisar de um espaço amplo com cadeiras ou almofadas, balões e  canetas que escrevam bem em balões.

Como orientar a Dinâmica de Gratidão

  • Disponha os participantes num círculo e inicie o tempo lendo uma história  “Pollyanna e o Jogo do contente” (Pollyanna, a Pequena Órfã de Eleanor H. Porter – no final do artigo)
  • Antes de entregar o balão explique que cada um deverá pensar em duas situações: uma muito boa e uma desagradável.
  • De seguida entregue balões a cada pessoa e peça para escreverem uma palavra de agradecimento para cada situação.
  • Termine salientando a importância da gratidão e como esta faz encarar a vida de forma positiva prevenindo estados de ansiedade e até mesmo tristeza.

“Certa vez uma menina de nome Pollyanna conversava com seu pai e pediu-lhe uma boneca. Ele então sorriu e respondeu, dizendo que ela teria sua boneca.
O pai, que era um missionário, enviou uma carta pedindo a boneca.
A menina esperou, esperou… E a caixa de doações finalmente chegou!
Ela foi correndo até a caixa e a abriu toda feliz.
Mas dentro só havia um par de muletas…
A menina começou a chorar desesperada, então seu pai a abraçou e lhe ensinou um jogo… O jogo do contente, que se trata de encontrar em cada tristeza ao menos um pouquinho de alegria. Pollyanna então perguntou ao pai:
– Como posso ficar contente por ter recebido um par de muletas e não a boneca que pedi? O que há de bom nisso?
O pai a olhou com ternura e respondeu:
– Simplesmente pelo fato de não precisar delas!”