Pais & Filhos

6 Jogos para ensinar sobre poupança

Escrito por Cláudia Pereira

Os jogos e atividades podem ser formas interessantes de ensinar as crianças a poupar! Neste artigo, exploramos algumas ideias valiosas para auxiliar as crianças no desenvolvimento de competências financeiras desde tenra idade. Vamos descobrir várias estratégias divertidas e educativas para ensinar as crianças sobre poupança!

 

Importância de ensinar o valor do dinheiro desde cedo

Ensinar a poupar desde criança é importante por várias razões. Primeiro, ao aprender sobre a importância da poupança monetária desde cedo, as crianças desenvolvem competências financeiras essenciais que as ajudarão ao longo da vida. Assim, vão aprender a administrar o seu dinheiro de forma responsável, a planear as suas despesas e a estabelecer metas financeiras realistas, tudo ferramentas essenciais para a vida adulta.


Além disto, ensinar a poupar desde a infância também ajuda a criar uma mentalidade de cuidado com o dinheiro. As crianças aprendem a valorizar o que têm e a evitar gastos impulsivos e compreendem que é necessário poupar para conseguir alcançar objetivos maiores no futuro, como comprar um brinquedo desejado ou até mesmo planear uma viagem especial.

Outra vantagem de ensinar a poupar desde cedo é a capacidade de lidar com imprevistos financeiros. As crianças aprendem que é importante guardar uma parte do seu dinheiro para situações de emergência ou para enfrentar desafios financeiros inesperados. Isso cria uma base sólida para o futuro, para quando se tornarem adultos e tiverem que enfrentar responsabilidades financeiras maiores.

Poupar também ajuda a promover valores como a paciência, a disciplina e a perseverança. As crianças aprendem que nem tudo está disponível imediatamente e que é necessário esperar e trabalhar para alcançar o que desejam. Essas lições valiosas são transferíveis para outras áreas da vida, muito para além das finanças.

Jogos para as crianças aprenderem a poupar

Além de conceitos teóricos, os jogos e atividades podem ser excelentes ferramentas para ensinar crianças sobre poupança. Aqui estão algumas ideias divertidas para tornar a aprendizagem financeira mais envolvente:

1. Jogo da Mesada

Esta atividade educativa simula situações financeiras da vida real: as crianças recebem uma mesada virtual e precisam tomar decisões sobre como gastar, poupar e investir o seu dinheiro. Esta atividade ajudará as crianças a desenvolverem competências de tomada de decisão financeira e a entenderem as consequências das suas escolhas.

2. Caça ao tesouro das poupanças

Organiza uma caça ao tesouro em casa, onde as crianças precisam seguir pistas para encontrar “tesouros” escondidos. Esses tesouros podem ser pequenas quantias de dinheiro que as crianças podem guardar no seu mealheiro. Esta atividade combina diversão e aprendizagem, incentivando as crianças a pouparem e a valorizarem cada “tesouro” conquistado.

3. Banco das poupanças

Cria um “Banco das Poupanças” em casa, onde as crianças podem depositar o seu dinheiro poupado. Dê-lhes um caderninho para anotar os seus depósitos e acompanhar o seu progresso. Isso ajudará as crianças a visualizarem os seus objetivos de poupança e a sentirem-se motivadas a continuar a poupar.

4. Loja Faz de Conta

Crie uma pequena lojinha de brinquedos ou alimentos em casa. A criança pode “comprar” e “vender” usando dinheiro fictício. Isso ajuda a compreender o valor do dinheiro e a importância de fazer escolhas financeiras conscientes.

5. Simulador de Supermercado

Ao fazer as compras com as crianças, dê-lhes um orçamento fictício. Elas podem comparar preços, fazer escolhas dentro do limite estabelecido e aprender sobre decisões financeiras ao fazer as compras.

6. Monopólio

Este clássico jogo de tabuleiro ensina não apenas a poupar, mas também a tomar decisões financeiras estratégicas. As crianças aprendem a gerir dinheiro, propriedades e a lidar com imprevistos.

Sobre o Autor

Cláudia Pereira

Educadora Social, formadora certificada, especialista em educação, dificuldades de aprendizagem e necessidades educativas especiais.
Empreendedora digital, criativa e apaixonada por criar conteúdo útil e prático para pais e profissionais.