Gravidez

Gravidez sem sintomas: é possível?

Marcelle da Costa
Escrito por Marcelle da Costa

A gravidez pode ser sem sintomas, ou apenas com sintomas muito leves que não chamam atenção da mulher. Isso pode acontecer porque antes de engravidar a mulher já tinha uma quantidade basal de hormônios um pouquinho mais alta que a média entre as mulheres, assim, quando a taxa de estrogênio e de progesterona aumentam na gravidez, ela não sente tanta diferença.


Outro fator igualmente importante e que deve ser levado em consideração é o fator emocional. Quanto mais tranquila a mulher estiver em relação à sua gravidez, menos sintomas desagradáveis vai apresentar, e além disso, o fator cultural também tem grande influência. Entre a população indígena e também no continente africano, normalmente as mulheres não apresentam sintomas significativos de gravidez. Uma possível explicação é o fato de não haver preocupação em relação ao número de filhos e a chamada ‘política da vizinhança’, que é quando não se apercebe de uma realidade porque nunca se ouviu falar dela.

É normal uma gravidez sem sintomas?

Sim, é normal, a mulher não precisa se preocupar com o fato de não apresentar os sintomas típicos de gravidez: enjoo matinal, aversão a cheiros fortes e dor de cabeça. Não apresentar sintomas não significa que esteja algo de errado com a gravidez, se o teste de gravidez e o ultra-som confirmarem que está grávida não precisa se preocupar com o fato de não ter sintomas.

O único sintoma de gravidez que não deve deixar de existir é a ausência da menstruação. Nesse caso, se a mulher continuar apresentando menstruação, deve ir ao ginecologista ou obstetra o quanto antes porque isso na verdade é um sangramento que pode colocar em risco a vida do bebê e precisa de tratamento.

Tem algum risco para o bebê?

Não. Não existe nenhum problema para a mãe e para o bebê, se a mulher não apresentar sintomas como cefaleia, náusea ou mal-estar. Mas se continuar apresentando ‘menstruação’ durante a gravidez, isso pode ser grave e colocar em risco a vida do bebê.

É possível só descobrir que estava grávida perto do parto?

Sim, especialmente no caso de atletas de alta competição, que devido ao elevado esforço físico que são submetidas e também às restrições calóricas que tem que seguir, não apresentam menstruação normalmente. Dessa forma, o principal sintoma de gravidez, que é a ausência menstrual, já não estava presente antes de engravidar, dificultando o diagnóstico da gestação.

Nesse caso, a saúde do bebê deve ser minuciosamente avaliada, porque a mulher provavelmente teve comportamentos de risco, consumindo bebidas alcoólicas, não se alimentou devidamente e pode ter praticado exercício físico extenuante, e o resultado pode ser um parto pre-maturo ou baixo peso ao nascer, por exemplo.

Sobre o Autor

Marcelle da Costa

Marcelle da Costa

Fisioterapeuta credenciada, com formação em Psicomotricidade e Desenvolvimento Infantil.
Empreendedora social, prática e sempre pronta a ajudar!