Necessidades Educativas

Daniel Radcliffe tem dispraxia

Cláudia Pereira
Escrito por Cláudia Pereira

Daniel Radcliffe , ator mais conhecido pela interpretação da personagem Harry Potter, fala abertamente sobre as suas dificuldades práticas do dia-a-dia.



Este ator tem dispraxia, uma doença neurológica que afecta os movimentos de coordenação motora, impedindo-o, por exemplo, de abotoar os sapatos ou de fazer qualquer outro movimento que exija muito dele.

“Às vezes penso, ‘Por que não há velcro em tudo?'”, diz Daniel.

Apesar de suas dificuldades, Daniel admite que a doença acabou por levá-lo a atuar. A sua mãe incentivou-o a participar na audição para a escolha do protagonista de Harry Potter porque Daniel precisava de um impulso para desenvolver a sua auto-confiança.

“Eu estava a passar por um período mau na escola, porque não conseguia fazer nada sozinho e não sobressaía em nada”, lembra o ator da saga Harry Potter.

Daniel Radcliff deixa umas dicas para quem tem dispraxia:

“Não permitas que isso te faça parar. Nunca me travou, aliás algumas das pessoas mais inteligentes que conheço têm dificuldades de aprendizagem. O fato de teres de lutar com alguma dificuldade apenas vai tornar-te mais determinado, vai fazer-te trabalhar com mais afinco e revelar-te mais imaginativo na resolução de problemas.”

Sobre o Autor

Cláudia Pereira

Cláudia Pereira

Empreendedora Digital, formada em Educação Social pela Escola Superior de Educação do Porto desde 2002.
Formadora certificada, especialista em educação infantil, dificuldades de aprendizagem e necessidades educativas especiais.