NEE Atividades

15 Atividades para TDAH: para acalmar a criança e ajudar a se concentrar melhor

Marcelle da Costa
Escrito por Marcelle da Costa

A criança com TDAH, Transtorno do Défict de Atenção e Hiperatividade, normalmente é irriquieta e tem dificuldade de obedecer as regras, tem dificuldade de se concentrar para realizar alguma tarefa e podem ser encarados como ‘mal educada’. Tudo isso pode ser um desafio para os pais e professores, por isso indicamos aqui 15 atividades que podem ajudar:


1.Pintar com os dedos

Nada de usar pincéis, prefira deixar que a criança possa colocar a tinta nas mãos ou só nos dedos e possa colorir um desenho ou mesmo fazer um desenho livre com os dedos.

2. Balões com pasta de dente

Colocar um tubo de pasta de dente dentro de um balão de festa ao invés de ar é uma boa ideia para que a criança possa brincar. A sensação da pasta de dente dentro do balão é macia e as crianças vão gostar de ficar apertando esse balão tão macio.

3. Bolinhas de sabão

Colocar um pouco de sabão líquido e água dentro de um copo e usar um canudinho para soprar é uma das atividades mais antigas, que as crianças adoram.

4. Desenhos na caixa de areia

Encha uma caixa de sapato com areia e deixe a criança brincar fazendo desenhos, com os dedos ou um pedacinho de pau. Se não gostar do desenho é só espalhar a areia e começar novamente!

5. Dançar

Você pode colocar uma música mais tranquila para ajudar a acalmar a criança. Mas se ela se encontra muito agitada, para captar sua atenção, você pode começar com uma música mais agitada até ela gostar da ideia e depois vai trocando para músicas mais calmas.

6. Slime

Toda criança apreciar brincar com slime, e estes encontram-se à venda em todo lado! Praticamente todo super mercado e lojas de brinquedos vendem slime, mas você também pode fazer o seu próprio slime caseiro misturando bem:

  • 1 colher (sopa) de amaciante;
  • Corantes alimentícios;
  • 1 colher (sopa) de água boricada;
  • 1 xícara (chá) de cola branca;
  • Espuma de barbear (o triplo da quantidade de cola);
  • ½ colher (sopa) de bicarbonato de sódio.

7. Jogo da memória

Esse é um jogo tradicional que pode ser encontrado em toda loja de brinquedos. Mas, sabia que você pode fazer seu próprio jogo da memória? Basta imprimir os desenhos que a criança gosta, colar numa caixa de papelão e depois recortar. Vire tudo ao contrário e comece o jogo! Para iniciar você pode usar 8 a 10 imagens diferentes. À medida que a criança vai alcançando melhor desempenho, você pode ir adicionando mais peças ao jogo.

8. Jogar bola

Os meninos normalmente são fãs de futebol, mas você pode deixar jogar outros jogos como basquete ou voleibol. Jogar em equipes é bom, mas se isso é sempre um problema, deixe a criança jogar sozinha uma vez ou outra e só depois estimule os jogos com outras crianças.

9. Pista de obstáculos

Toda criança gosta de uma pista de obstáculos e você pode criar uma dentro de casa, na sala ou no corredor. Basta colocar algumas almofadas, brinquedos e fios no chão, formando um circuito por onde a criança vai ter que passar. Pode ser um bom jogo para ensinar a respeitar regras.

10. Jogos de encaixe

Você pode comprar pequenas peças de encaixe, com diversas cores e oferecer para a criança.Você pode pedir para que ela faça um quadrado, por exemplo, encaixando as peças umas nas outras, ou pode deixar a criança usar sua imaginação para criar algo à sua maneira.

11. Tocar um instrumento

Seu filho pode aprender a tocar um instrumento! Você pode começar com algo mais simples, que não envolva muito dinheiro e se a criança apresentar algum gosto por um instrumento, realmente investir em algo melhor. Piano e violão são os instrumentos mais clássicos e que podem produzir sons mais calmos que podem ajudar a tranquilizar a criança, mas instrumentos como tambor, maracas e xilofones infantis também são boas opções.

12. Morto-vivo

O jogo do vivo-morto-morto-vivo é bastante conhecido e ajuda a criança a obedecer ordens, mas ela pode se entediar rápido, se não conseguir seguir as instruções, por isso avalie a aceitação da criança com essa brincadeira, se não estiver dando certo, salte para a próxima brincadeira.

13. Dança da cadeira

Para a tradicional dança da cadeira você vai precisar de, pelo menos, 2 crianças e 1 cadeira, mas se tiver umas 4 ou 5 crianças a brincadeira fica mais divertida. Escolha uma música mais lenta, para que as criança não fiquem muito agitadas nessa brincadeira.

14. Andar sobre um fio

Andar na corda bamba, de forma mais segura, é o máximo. Não precisa colocar a criança em risco para se divertir! Você pode colocar um fio ou uma corda no chão e pedir a criança para andar por cima, sem vacilar. Não pode colocar os pés fora da corda. Essa também é uma ótima brincadeira para estimular a atenção, concentração e a obedecer regras.

15. Videjogos

Ok, esse é controverso! Você pode deixar a criança jogar videojogos por um período programado de 1 ou 2 horas, mas se você sabe que a criança ficará muito agitada e depois terá dificuldade em desligar o jogo, talvez seja melhor, não deixar jogar. Avalie a situação a cada dia. Recompensar a criança com mais uma brincadeira ou um presente ou bolacha por ter obedecido a regra do horário, pode fazer com que ela obedeça mais rápido da próxima vez.

Sobre o Autor

Marcelle da Costa

Marcelle da Costa

Fisioterapeuta credenciada, com formação em Psicomotricidade e Desenvolvimento Infantil.
Empreendedora social, prática e sempre pronta a ajudar!