Atividades NEE

Esquema Corporal: atividades para educação infantil

Cláudia Pereira
Escrito por Cláudia Pereira

O esquema corporal é a forma como a  criança vê o próprio corpo, que vai amadurecendo conforme ela vai crescendo.


Quando a criança apresenta transtornos do esquema corporal, ou seja, exibe problemas com a orientação corporal e com a forma como se utiliza o corpo em relação ao espaço em redor, normalmente, tem um destes transtornos:

  • Incapacidade de reconhecer e mostrar no seu corpo alguma de suas partes (asomatognosia). Por exemplo, a criança não é capaz de reconhecer, mostrar, nem mover os dedos de sua própria mão ou de outra pessoa;
  • Alterações na estruturação espacial (transtornos de lateralidade) e, consequentemente, na leitura/escrita. A lateralidade contrariada, a lateralidade cruzada e o ambidestrismo, são exemplos.

Atividades de Esquema Corporal

Para ajudar as crianças com estes transtornos ou simplesmente melhorar a noção corporal dos mais novos, é possível realizar algumas atividades divertidas. Acompanhe as atividades com movimento e boa disposição, para ser um jogo ou brincadeira e não uma tarefa aborrecida!

1. Reconhecer as partes do Corpo

Diga à criança os nomes das partes do corpo humano: cabeça, peito, barriga, braços, pernas, pés, explorando uma parte por vez. A criança mostra em si mesma a parte mencionada anteriormente, repetindo correctamente o nome.

Numa primeira fase o exercício deverá ser realizado de olhos abertos, numa segunda fase de olhos fechados.

2. Reconhecer as partes da Cabeça

Como complemento do primeiro exercício, a criança deve reconhecer as partes do rosto: nariz, olhos, boca, queixo, sobrancelhas e ouvidos. Deverá também reconhecer o pulso, o dedo maior e o dedo menor, com os braços apoiados sobre uma mesa.

Ensine também os nomes dos dedos pedindo que a criança levante um a um, repetindo os respetivos nomes (primeiro de olhos abertos, depois fechados).

3. Reconhecer o movimento dos olhos

Estes exercícios de esquema corporal são para ser realizados com a criança em pé ou sentada e a ideia é trabalhar a perceção do movimento dos olhos.

De pé ou sentada, a criança acompanha com os olhos a trajetória de um objeto que se desloca no espaço, mas sem mexer a cabeça.

4. Reconhecer a existência dos rins

Estes exercícios de esquema corporal são para ser realizados com a criança deitada e pretende-se trabalhar a consciência da existência dos rins.

Deitada com as pernas estendidas e as mãos sobre os rins a criança dobra os joelhos e encosta-os no peito. Converse com a criança acerca da parte do corpo que se apoia com força sobre suas mãos – os rins.

5. Reconhecer o lado direito e esquerdo

Este exercício de esquema corporal pretende automatizar a noção de direita e esquerda. Numa primeira fase deve ensinar-se à criança, através de exemplificação no seu próprio corpo, qual a sua direita e qual a sua esquerda.

Após dominar este conceito realizar este exercício por etapas:

  • Fechar com força a mão direita;
  • Fechar com força a mão esquerda;
  • Levantar o braço direito;
  • Levantar o braço esquerdo;
  • Bater o pé esquerdo;
  • Bater o pé direito;
  • Mostrar o olho direito;
  • Mostrar o olho esquerdo;
  • Mostrar a orelha direita;
  • Mostrar a orelha esquerda;
  • Levantar a perna esquerda;
  • Levantar a perna direita.

Inicialmente, deve a criança deve ter os olhos abertos, mas quando já tiver dominado o exercício repetir, mas com os olhos fechados.

6. Atividade de Orientação Espacial

Pretende-se que a criança localize elementos na sala de aula, na sala de casa, no seu quarto ou até mesmo no exterior.

Assim, a criança deverá dizer de que lado está a porta, a janela, a mesa da sala de aula, etc em relação a si mesma.

É muito importante que durante a realização do exercício, a criança não cruze os braços, porque isso dificulta a sua orientação espacial.

Sobre o Autor

Cláudia Pereira

Cláudia Pereira

Educadora Social, formadora certificada, especialista em educação, dificuldades de aprendizagem e necessidades educativas especiais.
Empreendedora digital, criativa e apaixonada por implementar novas ideias!