Tratamento para TDAH

 

Tratamento para TDAH – Transtorno de Défice de Atenção e Hiperatividade  implica intervenção em três áreas. Tratamento para TDAH  consiste em três componentes básicas: medicação, controlo do comportamento e programas educativos adequados.

Tratamento para TDAH – Medicação

A medicação, apesar de ser um tema controverso, tem sido eficaz em muitas crianças diagnosticas com TDAH. Normalmente o tipo de medicamento mais prescrito são os estimulantes como Ritalina, Vevance, Concerta e Strattera. Estas drogas estimulam os neurotransmissores do cérebro, fazendo com que estes regulem mais eficazmente a atenção, a impulsividade e o comportamento motor.

Nos casos em que não é possível prescrever estimulantes, a opção recai sobre os antidepressivos como Tofranil, Pamelor, Wellbutrin e Atensina. Outros medicamentos, por exemplo para distúrbio do sono também são usados (Stavigile).

De acordo com pediatras da Universidade da Califórnia, crianças com TDAH são alvo de excessiva medicação. A decisão de recorrer a medicação apenas deve ser tomada após avaliação exaustiva e cuidadosa e depois dos pais serem consultados.O diagnóstico preciso é complicado e requer que a avaliação seja feita por profissionais bem treinados, entre os quais um pediatra, um psicólogo especializado no trabalho com crianças e um neurologista pediátrico.

É importante também avaliar, por exemplo, o efeito da televisão ou o estilo de vida da criança. Muitas vezes é exigido que uma criança permaneça 4 a 6 horas quieta e num mesmo espaço, o que é naturalmente contra o normal desenvolvimento da criança.