Motricidade em Síndrome de Asperger

A motricidade em Síndrome de Asperger é algo que deve ser trabalhado, na medida em que algumas capacidades são afectadas.

Motricidade em Síndrome de Asperger

Locomoção – Na marcha e na corrida as pessoas com Síndrome de Asperger têm movimentos desajeitados, tipo “marioneta” e muitas vezes o movimento do corpo não é acompanhado pelo balançar de braços.

Jogos de bola -A capacidade para apanhar e atirar a bola com precisão é uma das capacidades particularmente afectada. Isso tem consequências sociais, pois a criança é excluída por ser considerada um “estorvo”.

Equilíbrio – Afecta a capacidade de usar certos equipamentos no recreio ou de fazer determinadas actividades na ginástica.

Destreza manual – Envolve a capacidade para usar as duas mãos: aprender a abotoar-se, a vestir-se, a atar os atacadores dos sapatos ou a utilizar os talheres.

Caligrafia que se torna por vezes indecifrável da criança, o que pode provocar a recusa de escrita ou actividades associadas por parte da criança.

Ritmo – É extremamente difícil para a criança sincronizar os movimentos rítmicos com os de outra pessoa durante o caminhar, ou num acompanhamento musical.

Imitação – Existe a tendência para imitar a postura, os gestos e os maneirismos das pessoas. Pessoas com Síndrome de Asperger reproduzem meticulosamente as posturas corporais da outra pessoa, a ponto de a sua postura se tornar “artificial”.