James Durbin tem Asperger e Tourette

James Durbin é um cantor finalista do famoso programa American Idol que tem Síndrome de Asperger e Síndrome de Tourette.

O pai de James era um baixista e por isso passava muito tempo na estrada a tocar com diversas bandas. Com tenra idade, o seu pai morreu de overdose:” Doeu perdê-lo, mas não tive hipótese de o conhecer bem.” Após a morte do seu pai James foi diagnosticado com síndrome de asperger e síndrome de tourette: ” à medida que eu crescia todos me diziam “pára com isso!”, mas eu não conseguia. Gozavam sempre comigo e muitas vezes batiam-me. Foi um tempo realmente difícil, eu já me sentia diferente e ainda por cima ser diagnosticado com um problema neurológico não ajudou. Eu sofria de bullying por ser diferente, ter orelhas grandes, por não ter pai e por fazer caretas e barulhos que não conseguia controlar. Eu era um alvo ambulante.”

A mãe de James descobriu o interesse dele pela música. Aos 12 anos recebeu uma guitarra e um livro para aprender os acordes básicos.

“Eu estudei os acordes e aprendi a tocar músicas simples. Durante este processo, eu descobri que não importava se o dia tinha sido mau na escola, eu podia voltar para casa e criar o meu próprio mundo com a música. Eu podia criar música triste ou alegre. Eu usei a dor de ser gozado para me transformar naquilo que realmente era. Mas tinha de voltar para a escola na mesma e o bullying piorou. Eu não sabia mais o que fazer. Lembro-me de até ter alguns pensamentos de me mutilar e de suicídio.”

Alguns anos mais tarde James conheceu a sua esposa – Heidi – “Eu conheci um anjo. Eu não tinha trabalho, carta, carro, objetivos. Ela tinha um diploma, três empregos e objetivos. Ela acreditou realmente em mim. Começamos a namorar e eu comecei a progredir, arranjei emprego, criei uma banda, tirei a carta e obtive o meu diploma.”

Apesar do seu percurso complicado e das dificuldades que experimentou  ao longo da sua vida, James Durbin concorreu ao American Idol. Inicialmente estava preocupado com o facto de ter síndrome de tourette, de ficar nervoso perante o júri, a após ouvir os comentários que foi recebendo ficou mais animado. Neste momento James é casado e tem um filho e tem uma carreira como cantor.

Pelo simples facto de participar e progredir na competição trouxe ânimo e esperança a crianças, jovens e adultos e maior notoriedade para a Síndrome de Asperger e Síndrome de Tourette. James encoraja todos aqueles que têm estas síndromes a sonhar e a perseguir os seus objetivos, apesar das dificuldades.

Assista a um vídeo musical de James Durbin: