Indicadores de Superdotação

Os seguintes indicadores de superdotação permitem a identificação de alunos superdotados ou potencialmente superdotados com vista ao seu acompanhamento:

  • A utilização da linguagem (amplitude do vocabulário, precisão na sua utilização, complexidade da estrutura das frases);
  • A natureza das perguntas formuladas pelos alunos (se são estranhas, ou pouco comuns, oportunas, etc.);
  • Utilização de materiais (a forma como o aluno estabelece estratégias de resolução de tarefas, selecciona materiais, etc.);
  • Conhecimentos (a profundidade dos conhecimentos destes alunos em diversas áreas, por exemplo);
  • Persistência (até onde é que um aluno persiste na concretização de uma tarefa, o ajuste da resolução da mesma ao tempo disponível);
  • Juízo critico (a forma como o aluno se critica a ele próprio, se é exigente consigo, etc.);
  • Preferência por actividades (a complexidade da tarefa, a novidade, o grau de dificuldade…).