Hiperatividade na Sala de Aula

A Hiperatividade na sala de aula é uma realidade cada vez mais comum. Diariamente professores, educadores e outros profissionais da educação deparam-se com alunos hiperativos dentro da sala de aula e é necessário encontrar ferramentas para incluir estes alunos e impulsionar o seu processo de aprendizagem.

Os alunos com hiperatividade com ou sem défice de atenção apresentam determinadas dificuldades na sala de aula. Distraem-se com facilidade, é muito difícil concentrarem-se e permanecer quietos durante toda a aula é quase impossível! Estes alunos aprendem efetivamente,  apenas necessitam de estrutura e mecanismos que os ajudem, por um lado, a colmatar as suas falhas (concentração, distração…) e por outro a utilizar os seus pontos fortes a favor da aprendizagem.

Dicas para Hiperativos na Sala de Aula

Estas medidas simples poderão ajudar crianças e adolescentes com hiperatividade, tanto  na sala de aula como em casa na sua zona de estudo. Algumas dicas para ajudar a melhorar o seu ambiente de estudo:

  • Sentar a criança numa área com poucas distracções;
  • Colocar os alunos de forma a que todos possam ver o quadro;
  • Evitar toda a fonte de estimulação que não seja o próprio material de aprendizagem;
  • Ajudar a manter a área de trabalho da criança livre de materiais desnecessários;
  • Dar oportunidades à criança para se movimentar;
  • Identificar sons do exterior que possam perturbar o aluno;
  • Proporcionar um local na sala onde a criança possa trabalhar isoladamente, se necessário;
  • Manter na sala espaços onde a criança possa fazer alguma actividade manual ou artística;
  • Estabelecer e realizar tarefas de forma rotineira;
  • Estabelecer regras bem claras e exigir o seu cumprimento;
  • Construir listas de verificação para que o aluno se organize.