Grupo para Dinâmicas

Grupo para Dinâmicas é muito importante e está sujeito a determinados procedimentos.

Grupo para Dinâmicas

No que diz respeito à composição do grupo, grande parte dos especialistas são da opinião que deverá existir um equilíbrio entre homogeneidade e heterogeneidade, aplicando-se aquilo que se denomina “regra da arca de noé”, ou seja uma selecção equilibrada dos membros do grupo. O animador terá de ter em conta factores como o sexo, a idade, a capacidade intelectual, a personalidade e nos grupos de terapia, o tipo de patologia apresentado.

É muito importante que nenhum membro do grupo se sinta isolado, ou seja o único com determinadas características ( por exemplo, o único com mais de 30 anos ou o único com baixas qualificações académicas) evitando assim possíveis situações de marginalização.

Relativamente ao tipo de pessoas existem algumas pouco adequadas para este tipo de actividade de grupo: indivíduos com personalidade paranóica, psicóticos, anti-sociais e indivíduos rígidos em termos de interacção grupal.

Por outro lado, indivíduos com tendência para a somatização, com sentimentos de inadequação ou inferioridade ou perturbações de integração beneficiam deste tipo de terapia, pois o grupo permite que exprimam os seus sentimentos no grupo, identifiquem  a origem pessoal dos seus problemas e ajuda a alcançar uma visão realista e adequada de si próprios.