Educamais.com
Diagnosticar e Intervir em necessidades educativas especiais.
Dislexia, Dificuldades de Aprendizagem, Autismo, TDAH, Orientação Escolar.

Disgrafia

Disgrafia
32 votos, media 4.31 (86%)

Disgrafia é o transtorno da escrita, de origens funcionais. Disgrafia surge nas crianças com adequado desenvolvimento emocional e afectivo, onde não existem problemas de lesão cerebral, alterações sensoriais ou história de ensino deficiente do grafismo da escrita.

Disgrafia

Portelano Pérez (1985) e Brueckner e Bond (1986) classificaram a Disgrafia em dois tipos: como disgrafia do tipo maturativa, desenvolvida a partir de factores próprios do desenvolvimento do indivíduo e disgrafia “provocada”, de causa pedagógica, cujo substrato é o ensino inadequado da escrita. Ambos, neste caso, reportam-se tanto ao excesso de exigência quanto à deficiente orientação no processo de aquisição do grafismo da escrita.

A criança com disgrafia tem dificuldade no plano motor, no plano perceptivo e no plano simbólico. A dificuldade de integração visual-motora dificulta a transmissão de informações visuais ao sistema motor. “A criança vê o que quer escrever, mas não consegue idealizar o plano motor”. Sua escrita é nitidamente diferente da escrita da criança normal, o que não acarreta homogeneidade no interior do grupo dos disgráficos.

Disgrafia- Sinais

Existem alguns sinais de disgrafia facilmente identificáveis que ajudam a diagnosticar a criança come sta dificuldade de escrita. Ao compreender os sinais, ajuda no diagnóstico e no acompanhamento necessário destas crianças.