Diagnóstico de Síndrome Alcoólica Fetal

Para fazer o diagnóstico de Síndrome Alcoólica Fetal em 1980, a sociedade de investigação do álcool, estabeleceu determinados critérios. Assim, para saber se a criança apresenta esta síndrome esta tem de apresentar, pelo menos, um aspecto de cada uma das seguintes categorias:

  • Atraso no desenvolvimento pré e pós nascimento, por exemplo o comprimento do perímetro da cabeça inferior ao considerado normal;
  • desordens do sistema nervoso central demonstrando sinais de desenvolvimento anómalo do cérebro, atrasos no desenvolvimento comportamental ou intelectual;
  • Traços craniofaciais fora do normal: cabeça pequena, olhos pequenos, abertura reduzida das pálpebras, lábio superior fino, face plana.

Existem sintomas de síndrome Alcoólica Fetal, outras anomalias físicas e défices comportamentais presentes nestas crianças que ajudam ao diagnóstico desta síndrome.