Diagnóstico de Hiperatividade

Fazer um diagnóstico de hiperatividade é algo bastante complicado. Os sintomas de hiperatividade e os sintomas de falta de atenção são discriminadores se obedecerem aos seguintes critérios, de acordo com DSM-IV:

Quantidade: Devem estar presentes pelo menos seis dos sintomas de falta de atenção ou de hiperatividade/impulsividade.

Duração: Tiverem persistido por um período mínimo de seis meses com uma intensidade que é simultaneamente desadaptativa e inconsistente com o nível de desenvolvimento do indivíduo.

Início: Tiverem início antes dos sete anos de idade (antes da idade escolar).

Contexto: Acontecerem em dois ambientes ou contextos diferentes (escola e casa, por exemplo).

Provas:Existirem provas claras de um défice claramente significativo do funcionamento social e académico ou laboral.

Exclusão: Os sintomas não são devidos a outra perturbação mental.