Dia Internacional do Voluntário

O dia Internacional do Voluntário, criado em 1985 pela Organização das Nações Unidas, celebra-se a 5 de Dezembro todos os anos.

O que é o Voluntariado?

Voluntariado é um conjunto de ações sociais e comunitárias, realizadas de forma desinteressada por pessoas, através de projectos, programas e outras formas de intervenção ao serviço dos indivíduos, das famílias e da comunidade, desenvolvidos sem fins lucrativos por entidades públicas ou privadas.

O voluntário é uma pessoa que se compromete a desenvolver determinadas ações, dentro das suas próprias capacidades e no seu tempo livre, a favor de outros. A ONU define o voluntário como: “o jovem ou o adulto que, devido a seu interesse pessoal e ao seu espírito cívico, dedica parte do seu tempo, sem remuneração alguma, a diversas formas de atividades, organizadas ou não, de bem estar social, ou outros campos.”

Quais os objetivos do Voluntariado?

Em 2000, a ONU estabeleceu os principais objetivos para o milénio relativamente ao voluntariado:

  1. Erradicar a extrema pobreza e a fome;
  2. Atingir o ensino básico universal;
  3. Promover a igualdade entre os sexos e a autonomia das mulheres;
  4. Reduzir a mortalidade infantil;
  5. Melhorar a saúde materna;
  6. Combater o HIV, a malária e outras doenças;
  7. Garantir a sustentabilidade ambiental;
  8. Estabelecer uma parceria mundial para o desenvolvimento.

Quais os direitos e deveres do Voluntariado?

Existem alguns deveres a cumprir por parte dos voluntários, assim como alguns direitos que este pode beneficiar.

Deveres dos Voluntários

  • Respeitar as normas e princípios éticos da organização promotora e/ou de todas as pessoas;
  • Utilizar correctamente os bens, equipamentos e recursos materiais colocados ao seu dispor;
  • Respeitar as opções e orientações dos profissionais das organizações promotoras;
  • Cumprir a calendarizarão das atividades;
  • Identificar-se como voluntário durante as atividades.

Direitos dos Voluntários

  • Desenvolver um trabalho dentro das suas capacidades e experiências;
  • Ter acesso a formação inicial e contínua;
  • Receber apoio no desempenho do seu trabalho;
  • Ter um ambiente de trabalho seguro e com boas condições de higiene;
  • Participar das decisões que dizem respeito ao seu trabalho;
  • Ser reconhecido pelo trabalho que desenvolve com acreditação e certificação.