Como Lidar com um Deficiente Visual

 

Como lidar com um deficiente visual? É um pergunta pertinente que tem uma resposta simples: de forma natural e com respeito, pois este é uma pessoa perfeitamente capaz.

Como Lidar com um Deficiente Visual

Trate-o como se eu fosse qualquer pessoa. O deficiente visual faz as mesmas coisas, mas usa técnicas diferentes;
Fale num tom normal de voz. A cegueira não é igual à perda de audição;
Fale directamente para o deficiente visual, não à pessoa ao seu lado, perda de visão não é perda de intelecto;
Quando se aproximar, identifique-se; ao ir embora mencione que está a sair;
Chame o deficiente visual pelo nome, para que ele saiba que lhe estão a dirigir a palavra;
Pergunte, delicada, calma e claramente se o deficiente visual precisa de ajuda;
Se deixar um deficiente visual sozinho numa zona desconhecida, certifique-se que está perto de algo que ele pode tocar – uma parede, uma mesa, um corrimão, etc;
Seja atencioso. Se observar um ponto ou uma mancha na roupa de um deficiente visual, diga-lhe confidencialmente, da mesma forma que gostaria de ser avisado;
Dê direcções precisas: “ à esquerda na próxima esquina” é mais útil do que “lá”;
Num restaurante, descreva a localização das cadeiras e mesas. Leia o menu em voz alta, mas dê espaço para que o deficiente visual faça o seu próprio pedido;
Quando o alimento chegar, pergunte pretende a descrição do prato. Por exemplo: “o seu café está nas 3 horas”; “o açúcar está na 1 hora”, usando o relógio como referência;
Deixe todas as portas abertas ou todas as portas fechadas – portas ou armários meio abertos podem ser perigosos;
Não mude os móveis ou pertences pessoais do deficiente visual sem o informar;
Seja sensível ao questionar o deficiente visual sobre a sua cegueira. Esta é uma informação pessoal e os limites devem ser respeitados.