Como criar sites para disléxicos

 

Como criar sites para disléxicos? Para criar uma página acessível e perceptível a disléxicos (“dyslexic-friendly”) é necessário considerar vários aspectos.

Como criar sites para disléxicos

  • Utilize parágrafos curtos e pequenos textos em cada página. Se o artigo for demasiado longo, elabore um índice no início, para que o leitor disléxico possa reconhecer rapidamente as partes que mais lhe interessam.
  • Mantenha os textos alinhados à esquerda. É muito difícil ler parágrafos centrados ou alinhados à direita.
  • Use um layout consistente e idêntico por todo o site. A continuidade no site ajuda à navegação do disléxico.
  • Se usar molduras, certifique-se que tem uma alternativa às mesmas. Software de leitura não reconhece molduras.
  • Providencie uma forma para que o utilizador disléxico possa escolher o tipo de letra, o tamanho, a cor de fundo, etc.
  • Crie uma lista de links relevantes no fim de cada parágrafo ou secção, em vez de os espalhar pelo texto. Assim, o leitor disléxico poderá encontrar links importantes sem ter de ler todo o texto. Certifique-se que a descrição do link é clara e precisa.
  • Use ícones para ajudar com a navegação. Também poderá usar uma alternativa ao texto para aqueles disléxicos que dependem do software de leitura.
  • Nunca use texto em movimento ou a “saltar”. Não utilize gráficos animados ou com movimento, a menos que seja mesmo necessário, por exemplo um vídeo a demonstrar como funciona uma determinada máquina. Mesmo assim, disponha a animação numa página separada ou apenas a inicie quando clicar.
  • Evite utilizar imagens por detrás dos textos. Certifique-se de que existe um bom contraste entre a cor de fundo e a cor do texto.
  • Apenas coloque música de fundo se o site tiver a opção de a desligar.

Sites que foram pensados para facilitar a utilização por parte de disléxicos ou com outra dificuldade de aprendizagem, também são fáceis para todos as outras pessoas!